Alimentação ao Ar Livre.

March 28, 2016

Quero levar refrigerantes para minha caminhada. Que mal pode me fazer?

 

 

 

 

 

Atualmente, muito se fala sobre alimentação saudável versus alimentos nocivos para a saúde. No entanto, isso soa como algo chato, tendendo ao radicalismo. Mas vamos pensar um pouco sobre esta questão e o desempenho em um “trekking”.

 Além de roupas, calçados, mochilas e outros acessórios, também levamos alimentos, que podem nos ajudar, atrapalhar ou até inviabilizar nossa aventura.

Se perguntarmos a qualquer pessoa qual a função dos alimentos em nosso organismo, vamos obter respostas diversas, mas com o mesmo sentido: a de que os alimentos são o combustível do nosso corpo. Não vamos entrar no mérito da nutrição aqui, pois por ora, basta-nos saber que os alimentos fornecem substâncias diversas que constituem a “matéria-prima” para a construção, crescimento, desenvolvimento e manutenção do nosso organismo, e isso inclui obviamente a energia para as atividades metabólicas. Dentro desse contexto, quero comentar sobre a regulação do equilíbrio ácido-básico, de forma simplificada, e como os alimentos que levamos para uma caminhada  leve, moderada ou pesada, pode influenciar no nosso desempenho.

Quando falamos em regulação do equilíbrio ácido-básico, referimo-nos, na verdade, à regulação da concentração do íon-hidrogênio nos líquidos corporais. Complexo isso não??? O que importa é saber que ligeiras alterações da concentração do íon hidrogênio em relação ao seu valor normal pode ocasionar um estrago, ou um desequilíbrio homeostático. Mas o que o alimento tem a ver com isso???

Vamos lá... Alguns alimentos, ou grupos de alimentos podem ser acidificantes ou alcalinizadores. Uma alimentação natural oferece ao organismo melhores condições de equilíbrio, ou homeostase. A alcalinidade e a acidez é medido através de uma escala de pH, cujos valores vão de 0 a 14, sendo um pH 7 considerado neutro. Em uma pessoa sã, considera-se o pH do sangue arterial entorno de 7,4 enquanto o pH do sangue venoso e dos líquidos intersticiais é de cerca de 7,35; isso é ligeiramente alcalino. Considera-se a presença de acidose na pessoa toda vez que o pH for inferior a esse valor. Em geral, uma pessoa em condição acidótica, tem probabilidade de morrer em estado de coma. Todavia, vale a pena saber que o sangue encontra-se em constante autorregulação para não entrar num processo de acidose metabólica, dispondo de diversos sistemas especiais de controle. O mesmo é válido para a condição de alcalose metabólica, mas a ênfase aqui é para a acidose.

Para finalizar... qual a relação dos alimentos com tudo isso? De fato, tem muita relação. Pois como foi citado no início, os alimentos tem a função de gerar “matéria- prima” construtora, reparadora, energética.  Enfim, aporta macro e micronutrientes necessários as nossas funções vitais. Mas também, são capazes de junto a outros fatores orgânicos ou não, de acidificar ou alcalinizar nosso sangue e fluidos intersticiais. Dos alimentos que podem provocar uma reação ácida no sangue, destacam-se os: lácteos, carnes, cereais refinados, açúcar branco, refrigerantes, café, entre outros. Mas de forma alguma, isso quer dizer que deve abolir tais alimentos de sua dieta. A questão aqui é levantar um questionamento sobre os tipos de alimentos que devemos consumir no “trekking”, na escalada, ou em qualquer atividade ao ar livre,ou seja, nas condições que requeiram potencial de ação do nosso organismo. Se já sabemos que os alimentos influenciam diretamente no nosso desempenho, por que consumir algo que pode nos prejudicar?

O que levar então? Sugerem-se alimentos mais naturais, com potencial alcalino. E aí se destacam frutas, vegetais, cereais integrais, mel... e claro, água. A água é vital. Procure substituir as latinhas de refrigerantes por garrafinhas de água, esta pode não ser saborosa, mas vai fornecer ao organismo as condições ideais de hidratação. O sangue e líquidos corporais estarão em maiores condições de manter seu pH equilibrado, favorecendo as funções vitais do organismo.  Uma dica é levar sanduíches naturais com pães integral ou sírio, pode incluir no recheio fatia de beterraba, ou cenoura ralada, atum natural conservado em água. Barras de cereais sem chocolate e suco natural de frutas....

 

 

 

Enfim, quanto mais se interessar pelo assunto, mais condição terá de montar refeições saudáveis, nutritivas, e saborosas para fornecer ao seu corpo a energia que precisa para curtir ao máximo seus momentos de lazer, esporte e aventuras.

 

 

Referência: Arthur C. Guyton, M.D. Tratado de Fisiologia Médica, 9 Edição GUANABARA.

Please reload

Expedição Papupo / Agulhinha Bonatti

April 28, 2017

1/9
Please reload

Posts Recentes

August 7, 2016

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square