Conceição de Ibitipoca


Na última semana o Rota Certa partiu para mais uma aventura. Desta vez acompanhado por ilustríssimas presenças do casal amigo: Jofran e Évelin.


Partindo da sede do Rota certa em Teresópolis - RJ encontramos nossos amigos em Três Rios - RJ e Partimos rumo a Conceição de Ibitipoca. Distrito de Lima Duarte, Conceição de Ibitipoca dista cerca de 28 km. Com aproximadamente 2 mil habitantes, Ibitipoca é uma cidade bucólica muito agradável e muito bonita.


É aqui que se encontra um dos mais belos parques naturais do Brasil. O Parque Estadual do Ibitipoca com seus 1.488 hectares, destaca-se por suas águas escuras e cavernas profundas Possui uma fauna e flora de singular beleza, e cada momento no Parque proporciona encantamento, e imenso bem estar junto a natureza.

Como Chegar:


O acesso a este santuário não é dos mais fáceis. Saindo do Rio de Janeiro, seguir pela Rodovia Federal BR-040 até a cidade de Juiz de Fora.

Google Earth

Importante não entrar em Juiz de Fora. Seguir por cerca de 18 km da primeira entrada para Juiz de Fora e então pegar o acesso a BR 267 sentido Lima Duarte.

Web

Ao entrar em Lima Duarte seguir as placas indicativas para Ibitipoca. Poucos Trechos da estrada são pavimentados em sua maior parte é estrada de terra.


Dica: Carro alto é uma boa pedida em dias chuvosos talvez seja necessário um 4X4.



Após 28 km de muita poeira e "solavancos" , chega-se ao Arraial de Conceição de Ibitipoca. As boas vindas ficam por conta de uma singela Placa na entrada do Vilarejo e pelo Lobo Guará entalhado na encosta de um "barranco".



Existe também a possibilidade de ir de ÔNIBUS porém não é muito recomendado, uma vez que só existem poucos horários disponíveis.



http://www.ibitipoca.tur.br/onibus/

Hospedagem:


Uma super dica de hospedagem em Ibitipoca é na simpática e Confortável Pousada da D. Cecília. (Aconchego do Céu).


Pousada confortável, limpa, arrumada com quartos bem aconchegantes. E um café da manhã muito saboroso com o tradicional Pão de Queijo mineiro e o Pão de Canela local.


O Parque:


O Parque Estadual de Ibitipoca esta distante cerca de 3 km do centro do vilarejo. O acesso é por uma rua pavimentada e bem delineada. Por esta estrada também tem acesso a trilha de Água Santa. (Não percorrida pelo Rota Certa).


O Parque foi criado em Julho de 1973 (43 anos em 2016) e possui uma excelente infraestrutura com centro de visitantes, área de camping, restaurantes, alojamentos e estacionamento.

Observações:

A entrada no Parque é limitada. Em dias úteis a entrada é limitada em 300 pessoas. E nos finais de semana 800 pessoas. (Esta informação esta disponível no site do PEI, no entanto no dia que estivemos no parque a informação recebida é que o limite diário de pessoas é de 1200.) Outra informação importante é que o estacionamento é limitado em 50 carros/dia.


Valores:

Em dias úteis o valor por pessoa é de R$ 10,00 e finais de semana R$ 20,00. O estacionamento é de R$ 20,00 para carros de passeio até 7 pessoas. (Informação do site do PEI).

Atrativos:

O PEI tem três grandes circuitos com trilhas variando de "Light" a "moderado". Passando por grutas, desfiladeiros, colinas com altitude variando de 950 m até 1784 m, além de lindas cachoeiras. Passeio indicado para público de qualquer idade.



Circuitos:


O rota Certa seguiu os Três circuitos do PEI , para isso foram necessários três dias de Trekking.



1ª DIA - Janela do Céu

Ficha:

Caminhada Leve com trechos moderados. Distância percorrida Ida e Volta de 16 - 18 km (dependendo dos atrativos visitados)


A trilha começa próximo ao centro de visitantes. Local ideal para fazer um alongamento e realizar um aquecimento prévio. O sol castiga durante todo trajeto por isso a necessidade de roupas leves, óculos de sol, protetor solar, chapéu e muito líquido.


Inicio da Trilha


O circuito é compreendido por pelo menos 8 grandes atrativos: E o primeiro deles é o Pico da Cruz ou cruzeiro.


O pico do Cruzeiro, permite uma visual incrível da mata que contorno o PEI. Da portaria até o cruzeiro a distância é de 2.860 m. A segunda parada é na Gruta da Cruz.


A gruta da Cruz possui uma enorme clarabóia por onde escorre água cristalina e clareia um grande salão rochoso. Mas ao fundo da Gruta, há uma escada que acesso um salão um pouco menor porém escuro. (Há necessidade de Lanternas).


Partimos para nossa terceira parada no Pico da Lombada, ponto mais alto de Ibitipoca.


Lugar com um visual muito bonito e estratégico para recuperar o fôlego, repor eletrólitos e continuar na Jornada.

Neste ponto encontramos formações curiosas, como a mesa acima, esculpida na pedra pela ação do tempo, ventos e águas. Nossa quarta parada é a Gruta dos Fugitivos.


Gruta dos Fugitivos


A Gruta dos Fugitivos tem formação quartzítica, com aproimadamente 12 m de desnível. Fácil acesso porém é necessário o uso de LANTERNAS. A curiosidade desta gruta, e daí seu nome, foram encontrados no local o que seriam restos de um quilombo.


Nossa quinta parada é na Gruta dos Moreiras.

Formação também quartzítica, possui infiltrações em suas paredes que formam filetes de água corrente. Sua altitude é de 1365 m com extensão de aproximadamente 500 m.


Em nossa sexta parada. Gruta dos Três Arcos.



A 1375 m de altitude, esta gruta é caracterizada por Três Grandes arcos. Com 8 m de desnível, é de seu centro que os arcos são bem vistos. Revestindo seus arcos é possível observar a mata com suas bromélias e árvores de pequeno porte.


Após intensa caminhada e muitas grutas pelo caminho, finalmente chega-se a janela do céu, nossa sétima parada.